quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

O que a fotografia significa para você?


            Já se foi o tempo em que comprávamos filmes para câmera analógica simplesinha para fotografar “aquele” evento especial e as poses que sobrassem seriam para ser batida com o dia-dia da família. Nessas horas juntava todo mundo para a próxima pose ser tirada de outras pessoas. Talvez, essa tenha sido a melhor época da fotografia, embora tenha sido cara.
Era apreensivo ter bastante cuidado para a câmera não bater em nada que pudesse prejudicar o filme e mais apreensivo ainda era ter cuidado com o filme depois de tirar da câmera ou ter que levar a mesma para a lojinha de revelação para algum atendente tirar, pois você nunca soube. Era frustrante quando recebia as fotos reveladas e nem todas as poses saíram, inclusive aquela que você tanto queria, e era mais frustrante ainda quando nenhuma foto do filme saia.
            O tempo foi passando e conforme a tecnologia ia avançando, as câmeras também não ficaram para trás. Chegaram às câmeras digitais, puxando pelos pés das analógicas que reinava no topo da escadaria, fazendo-a cair.
            Era tudo muito novo. Display, cartão de memória, pixels, vê a foto na hora, tirar quantas fotos quisesse sem a preocupação com o filme acabar. Era vantagens demais sobre a coitada da analógica que não sabia nem o que era cartão de memória.
            Com as digitais poderíamos fotografa tudo e quantas vezes quisermos a mesma coisa. E se o cartão de memória enchesse? Tinha o computador para descarregá-lo.
            A câmera digital não estava satisfeita de ficar apenas em uma simples câmera para só ser lembrada em festas e eventos e decidiu incorporar em nossos celulares acompanhando as pessoas aonde quer que elas fossem. Logo o ser humano estava tirando fotos de tudo com o celular e abandonando cada vez mais a câmera digital em algum local do guarda-roupa.
            O tempo foi passando e com ele trouxe a popularização da internet no Brasil e as bendita/maldita “redes sociais”. Passamos há gastar muito tempo em frente ao computador dando adeus a vida social e fazendo os pais nos darem um sermão toda vez que passava uma matéria no Fantástico sobre os perigos da internet. A tela do computador era a nossa janela da frente de casa e nos éramos aquela vizinha fofoqueira que passava o dia todo na janela olhando a vinda dos outros, só que com um pouco de vantagem, pois diante dos nossos olhos tinha a vida dos amigos e também da garota/garoto que estávamos afim já que ninguém morava na nossa rua. Foi nessa época que nasceu a talvez mais abonável pose dos últimos tempos: A foto em frente ao espelho, segurando uma câmera digital e muitas vezes fazendo pose sensual.
            A partir daí a fotografia passou a ter outro significado. Era como se fosse obrigação tirar fotos apenas para ilustrar o perfil da rede social e esquecesse-se de fotografar a vida. Pra ser mais especifico digo que hoje em dia as pessoas registram poucas coisas da sua vida, e quando faz uso da câmera, é apenas para poder atualizar seu perfil na internet. Cadê aquela foto daquela rua que você adora? Cadê aquela foto do jardim magnifico da casa da sua avó? E aquela foto da sua escrivaninha mesmo estando bagunçada? Simplesmente não existe, porque o significado da fotografia passou a ser redes-sociais.
            Mas como tudo tem uma solução, graças ao surgimento de sites como Flickr (o mais velho) e We Heart it, o prazer pela fotografia voltou a reinar. É bom ver gente fotografando não apenas a si mesmo, mas todo universo ao seu redor. E isso é ótimo, pois quem nunca pegou uma foto de 10 anos e disse: “Poxa, olha como eu era”, ou “Adorava essa época, pois eu...”, e até mesmo “olha a minha rua como era diferente”.
            Fotografar é isso. É registrar cada pedacinho da vida para recordar amanhã, e não registrar apenas seu rosto ou registrar a reunião dos seus amigos naquele bar bastante popular, mas também registrar o seu quarto, sua casa, uma praça, uma paisagem encantadora, etc. Não é preciso ser nenhum fotografo para isso.

Um comentário:

Ique disse...

sinceramente...redes sociais mataram a preocupação do conteúdo da imagem, qualquer um fotografa qualquer coisa só pra estampar murais e álbuns e receber comentários vazios...

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...