domingo, 16 de junho de 2013

A Fotografia Analógica


            Olhar com curiosidade para ela que esbanja um design retrô. Pegá-la com força, pois diferente das que temos hoje, ela é bem pesada. Analisar cada botão, cada compartilhamento e colocar força para que os mesmos funcionem. Ficar com um pouco de medo por cada ação realizada nela para não quebrá-la. Mas aos poucos vai se acostumando com o peso, com o travamento dos botões, o medo de quebrar vai sumindo, começa a amar o design retrô, e então não vai querer mais largar a câmera analógica.
            Quem nasceu até meados da década de 90 sabe o que é e como é uma câmera analógica, muitos ficam até nostálgicos quando tocam no assunto. Pegar a câmera, colocar o filme escolher qual o local para bater cada pose porque cada uma era muito preciosa, tirar aquela foto fazendo pose de modelo, e concluir o filme batendo foto da mãe, irmã, tia, cachorro e papagaio. Ir mandar revelar, esperar quase dois dias para ir buscar (lembro que eles pediam no mínimo 24hrs) e quando for buscar se decepcionar porque a metade das fotos queimou, inclusive aquela que estava fazendo pose de modelo. E assim as pessoas iam registrando os acontecimentos da sua vida.
            Pelo filme ser caro e a revelação também, a fotografia naquele tempo não era uma espécie de “brincadeira” dedicada a redes sociais. A fotografia era tida apenas como uma forma de registrar um fato para guardar de lembrança e mostrar a familiares e amigos.
            As câmeras digitais mataram as câmeras analógicas, aliás, quem não gostava e gosta de vê a foto na hora e se não ficou tirar outra? E não foi só poder ver a foto na hora, mas sim ficar livre da compra de filmes e revelações. Quantas pessoas comprava o filme, batia todas as poses e só revelava o mesmo após 3 ou 4 meses porque não tinha dinheiro? Mas quando revelava era só risos e alegria.
            Os efeitos das analógicas eram o mais legal e ainda são os mais legais. Ruídos, bordas queimadas, dupla exposição e as light leakers gerava polêmica, pois de um lado estava às pessoas que adorava, e do outro, os que odiavam. Outra coisa legal era o tom que ficava nas fotos. Tons calmos, cores suaves que deixava a foto com ar vintage, romântico, caseiro, porém esses mesmos tons iria depender muito do tipo de filme a ser usado.
            Mesmo com todo o auge da fotografia digital se engana quem pensa que a fotografia analógica despareceu de vez, ela está mais atual do que pensamos. É fácil encontrar imagens no Flickr que saíram das câmeras analógicas. Outro lugar também que está recheado dessas fotografias é o Tumblr. Sabe aquelas imagens super cool, lindas, românticas, de aventuras com os amigos lá do Tumblr? Pois a grande maioria são analógica e que se vocês prestarem atenção nelas verá que uma vai ter um ruído, outra vai ter uma imagem com tom de analógica, outra vai ter light leakers, e etc.
            A fotografia analógica deixou saudades, afinal tudo o que marca nossas vidas, de uma forma ou de outra, deixa saudades. Mas aposto que em algum lugar da sua casa tenha uma câmera analógica esquecida. Que tal pegá-la, tirar a poeira e começar a usar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...