sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Quanto custa ser um super-herói?

O tempo passou, a tecnologia avançou e as coisas aumentaram. Veja quanto cada super-herói está gastando: 





quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A febre dos vídeos curtos: Vine e Instagram


            A criação e compartilhamento de vídeos nunca foi tão fácil e tão popular quanto está sendo nesse momento. Se antes, você tinha que gravar um vídeo com câmeras, editar em um programa no computador e “upar” no YouTube esperando, às vezes horas, para o vídeo poder ser compartilhado através de links, hoje podemos gravar, editar e upar em alguma rede social através dos celulares, e um dos grandes responsáveis por essa febre são os aplicativos Vine e o Instagram.
            No Vine e no Instagram podemos encontrar vídeos criativos, mas também podemos encontrar muitos vídeos considerados “lixo”.

Vine Surgido em janeiro de 2013, ele foi o pioneiro em compartilhamento de vídeos de curta duração. Foi criado pelos mesmos fundadores do Twitter com um intuito de ser uma pequena rede social para compartilhamento de vídeos onde se pode seguir, compartilhar e explorar opções como #food, #travel, #pats, e etc. O tempo para uma gravação é de apenas 6 segundos, o que, dependendo da criatividade da pessoa, poderá render ótimos vídeos.  Um vídeo hospedado nessa rede social se chama vine.
Para quem quiser ficar por dentro dos melhores vines é só curtir essa página → https://www.facebook.com/BestOfVines.
Os famosos também estão presentes na plataforma, como o Harry Styles, Joe Jonas, Paul McCartney, Jimmy Fallon, Tyra Banks, Victoria Backham, Snoop Dogg (ou Snoop Lion, sei lá?!), é só procurar.
Instagram O Instagram já existiam como todos já sabem, porém Mark Zuckerberg não estava gostando da popularidade do que o Vine vinha ganhando e decidiu “implantar” o serviço de vídeos em sua rede social de fotos. E foi um belo xeque-mate, pois ele não deu ao trabalho de começar uma nova rede social, o Instagram já tinha seu publico e era bem popular, e foi possível fazer vídeos de 15 segundos e colocar os famosos filtros, sendo muitas vantagens para essa rede social.

Minha opinião? Sempre preferir o Vine que o Instagram. O Vine deixa a cor do ambiente real, as pessoas são mais criativas e os vídeos são bem melhores, sendo até superiores ao do Instagram.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Tendência Fotográfica: Balões


Balões, ou bexigas, estão sempre presentes em comemorações, seja em aniversários, em festinhas do trabalho, festinha do curso, e até mesmo em casamentos. Não são apenas um acessório para decoração de festas, eles representam e traz um sentimento de alegria e felicidade, pois quem nunca achou bonita a decoração com balões em uma festa? Ou quem nunca ficou feliz quando ganhou um balão em forma de coração do namorado (a)?
            Então, que tal perder o fôlego enchendo balões, (ou encher com gás hélio que é bem melhor), pegarmos a nossa câmera e começar a tirar fotos? Selecionei algumas fotos para vocês se inspirarem:










sábado, 17 de agosto de 2013

Séries em foco: Três é demais


            No mês passado, quando estava de férias, eu tinha tempo sobrando. Tinha tempo até para ver TV. Foi em um desses tempos livres que eu, todo esparramado no sofá segurando o controle do receptor apertando a tecla de vai e volta na busca de encontrar algo legal na TV, descobrir uma série velhinha que eu nunca havia visto naquele canal.
            A série em questão se chama “Três é demais”.
            De inicio o que me chamou a atenção foram apenas as gêmeas Olsen, mas depois fui conhecendo cada personagem e gostando. O carisma e a simpatia fazem nos amar cada um dos personagens, e os temas família nos permite alegria, diversão, aventura, e curiosidade na maneira de vestir e viver sobre a época da série.
            Três é demais, ou Full House (nome original), é uma série americana lançada em 1987 e chegando ao final em 1995 tendo 8 temporadas. Narra à história de Danny Tanner, um viúvo que perdeu a esposa em um acidente de carro. Ele é pai de D.J., Stephanie e Michelle, e que para trabalhar e ainda conseguir cuidar das filhas teve de recorrer à ajuda do melhor amigo, um comediante chamado Joey, e do cunhado roqueiro (irmão mais novo de sua falecida esposa) chamado Jesse.

→As melhores coisas da série:

*Michelle Tanner: É interpretada pelas irmãs Mary-Katy Olsen e Ashley Olsen. Ela é o trunfo da série. O melhor dela é o desaforo e esperteza para uma garotinha de tão pouca idade.








*Kimmy Gibbler: Ela é a melhor amiga de D.J.. Ela é feia, intrusa e se acha membro da família Tanner. Vive levando foras do Danny, mas ela não percebe, o que faz a gente amar sua participação “invasora” na série.




→As piores coisas da série:


*Stephanie Tanner: Toda família tem que ter um membro chato e com a família Tanner não seria diferente. Stephanie é chata, mandona, controladora, INSUPORTÁVEL. Ainda bem que existe a Michelle para barrá-la às vezes.






→Curiosidades:
*Foi nesse seriado que começou a carreira das irmãs Olsen. Elas, “praticamente”, nasceram e cresceram na série, até começarem a fazer filmes juntas. Filmes estes que acho impossível ninguém nunca ter visto algum delas.
*Foram escolhidas gêmeas para o papel de Michelle, porque a série exigia mais horas de gravação do que as leis californianas permitiam para crianças daquela idade, então acontecia o revezamento. Como os produtores não queriam que as pessoas descobrissem que o papel era feitos por gêmeas, então foram creditadas como “Mary Kate Ashley Olsen”, e só mais tarde foram creditadas separadamente.
*D.J. Tanner é um apelido. Seu nome é Donna Jo Tanner.

Ah, a série passa de seg. a sex. no SBT as 12:40.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...